Guia 2021

Cadastre-se
anuncie

Quem é PLANT está aqui!
plantbasedbr.com

Vem conferir!

MENU
MÍDIA KIT 2021
Download
COTAÇÃO DE INGREDIENTES
GUIA DE FORNECEDORES
CADASTRE SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI


Voltar

A ascensão dos ingredientes botânicos na saúde e bem-estar

Com a tendência funcional de saúde e bem-estar, os ingredientes botânicos, especialmente os que oferecem suporte ao sistema imunológico e evidências de benefícios cognitivos, estão no holofote não apenas dos consumidores, mas também da indústria de ingredientes.

Por seu alto conteúdo em antioxidantes, vitaminas, minerais e outras propriedades funcionais, os botânicos têm sido cada vez mais explorados nas mais diferentes categorias de alimentos e bebidas. Seja para dar disposição e energia, acalmar e relaxar, proporcionar momentos de prazer e indulgência ou melhorar o humor, os ingredientes extraídos da natureza estão cada vez mais presentes nas diferentes categorias de produtos.

Uma das categorias mais influentes para extratos botânicos são as bebidas não alcoólicas. Produtos como água saborizada ou água com infusão estão se concentrando em grupos de consumidores que mudam de bebidas com alto teor de açúcar para opções mais naturais e menos doces, usando uma variedade de botânicos em suas formulações e criando ainda mais oportunidades para uma variedades de ervas que incluem um sabor mais amargo ou combinações com hortelã, folhas de chá, especiarias suaves ou notas florais.

As bebidas são um ótimo exemplo de como a incorporação de ingredientes botânicos pode ter um grande impacto. E as opções para incorporar botânicos nessa categoria são quase infinitas; alguns exemplos são limonada de cúrcuma fresca, suco de cenoura com gengibre, chá gelado de hibisco, Margarita de capim-limão picante, kombucha de lavanda e café com leite de rosa, para citar apenas alguns.

Os botânicos não oferecem apenas novas combinações de sabores, mas também uma infinidade de benefícios funcionais à saúde. Guaraná, chá e erva-mate, por exemplo, são excelentes fontes de cafeína que podem fornecer um impulso de energia; lavanda e camomila são conhecidas por acalmar e relaxar; hibisco, chá verde e sabugueiro são algumas ervas que contêm vitamina C e antioxidantes.

Entre os ingredientes botânicos, o hibisco tem popularidade crescente em formulações de bebidas, devido a seu sabor azedo fresco e sutil e sua tonalidade vermelha vibrante. Além disso, é um ingrediente versátil que oferece ótimo sabor - frutado e floral - e ótima cor aos produtos, sendo usado em uma variedade de bebidas, incluindo chás quentes, chás gelados, águas gaseificadas e coquetéis.

A demanda por bebidas “melhores para você” levou a um aumento repentino de ingredientes funcionais, como os botânicos e à medida que mais pessoas descobrem os benefícios dos botânicos, como reforços de energia e imunidade, pele saudável e melhorias na memória e no foco, a demanda por bebidas com esses ingredientes continuará a crescer.

Outro potencial extremamente interessante é o sabor único que os extratos botânicos conferem aos produtos, proporcionando novas experiências de consumo.

Além disso, os botânicos estão entre as opções crescentes de alternativas naturais para coloração de produtos, destacando-se a spirulina e o açafrão, que promovem apelo visual com cores vibrantes de verde, amarelo e azul.

A indústria também está atenta às propriedades antioxidantes dos extratos de acerola e de alecrim, para aplicação como conservantes naturais, principalmente no setor de panificação e cárneos.

Extraídos da natureza, os ingredientes botânicos não oferecem apenas novas combinações de sabores e uma infinidade de benefícios funcionais à saúde, mas também atendem a demanda dos consumidores por conceitos clean label (rótulo limpo), mood food e naturalidade.

As novas preferências do consumidor permitiram que os ingredientes botânicos crescessem e brilhassem no mercado, impulsionados nos últimos anos pelo maior interesse na transparência e autenticidade, fatores que remodelaram o mercado.

Nesse sentido, produtos com sabores naturais e ingredientes simples e reais tem chamado a atenção dos consumidores, como sucos naturais, águas com infusão, smoothies, limonadas e refrigerantes artesanais. Os ingredientes botânicos complementam facilmente essas bebidas, atendendo à demanda do consumidor.

Funcionalidade e sabor ampliados

Cada vez mais uma infinidade de diferentes ingredientes botânicos estão sendo incorporadas nas formulações de alimentos e bebidas, fornecendo a esses produtos os seus benefícios de saúde inerentes, bem como nuances sutis aos perfis de sabor tradicionais.

O gengibre é um dos mais populares, com associações bem conhecidas de benefícios à saúde, além de versatilidade e perfis de sabor distintos, adicionando premiumização a alimentos e bebidas.

Por milênios, a raiz do gengibre tem sido usada como alimento, tempero e medicamento. Nativo do Sul da Ásia, foi descrito nos primeiros textos em sânscrito, chinês e grego antigo, romano e árabe como um tratamento para diarreia, náusea e dor de estômago. Mas o gengibre também é usado para enjoo; para reduzir os sintomas de resfriado e gripe, incluindo tosse e bronquite; para distúrbios digestivos; para perda de apetite (especificamente, anorexia); como estimulante; e para “extremidades frias” (possivelmente para melhorar a circulação). A pesquisa atual apoia os seus efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes, antiplaquetários, hipotensores, hipolipidêmicos e antináusea, bem como o seu valor no tratamento da osteoartrite.

Mas existem muitos outros que estão em ascensão no mercado de ingredientes.

O açafrão-da-índia e a pimenta-do-reino têm demonstrado desempenhar papel importante na digestão saudável. A camomila, dente de leão, lavanda e jasmim são populares para apoiar a qualidade do sono. A flor de sabugueiro e a erva-mate proporcionam um sabor sofisticado com menos doçura, seja por conta própria ou em combinação com sabores de frutas, sendo ideais como ingredientes em bebidas.

Os extratos de goji berry e certos polissacarídeos encontrados na planta L. barbarum, também oferecem uma variedade de benefícios terapêuticos potenciais, incluindo aumento da resistência, desaceleração dos efeitos do envelhecimento, prevenção da degeneração macular relacionada à idade, aumento da atividade das células imunológicas e redução do colesterol e da hipoglicemia. A atividade antioxidante do Goji tem sido associada a carotenóides, flavonóides e à fração de polissacarídeo Lycium Barbarum.

A cranberry é outro ingrediente que está em foco, sendo capaz de inibir bactérias no estômago, como por exemplo, Helicobacter pylori, bem como bactérias que causam doença periodontal, podendo reduzir o risco de doença cardiovascular por meio do aumento de colesterol HDL e redução do colesterol LDL, além de ser útil no controle da resposta glicêmica em pessoas com tolerância à glicose diminuída.

Da mesma forma, o mirtilo é valorizado por sua capacidade de prevenir e, em alguns casos, tratar infecções do trato urinário.

Muito valorizado por seus efeitos benéficos, o sabugueiro está sendo impulsionado, em parte, por numerosos estudos in vivo e in vitro que continuam a demonstrar as propriedades antibacterianas, antimicrobianas, antivirais, antiinflamatórias, antioxidantes e imunomoduladoras da fruta. Além de apoiar a longa história de uso do sabugueiro na manutenção de um sistema imunológico saudável e encurtar a duração e a gravidade de resfriados, vírus da gripe e alergias sazonais, estudos clínicos demonstraram um papel cardioprotetor potencial, efeito laxante e possível ajuda na perda de peso. Rico em flavonóides de pigmentação vermelha e roxa, o sabugueiro pode ser preparado de várias maneiras, sendo usado em compotas, xaropes, misturas de sumos, misturas de chá, licores e vinhos medicinais.

Oportunidades... mas com desafios

Preservando o melhor dos ingredientes da natureza, os extratos botânicos fornecem soluções funcionais para acompanhar as necessidades atuais e futuras do mercado e já estão presentes na maioria dos principais segmentos da indústria, de bebidas a produtos de panificação e lácteos ou categorias de salgados, como sopas, molhos e salgadinhos.

No entanto, todas essas oportunidades apresentam desafios. Dependendo da aplicação do produto, as diferentes propriedades dos ingredientes botânicos podem ser um benefício ou um desafio. Podem afetar o sabor, a textura e/ou a cor. A alteração mais notável e importante em um produto é o sabor. Por exemplo, a maioria dos botânicos que contêm cafeína têm um sabor amargo e, portanto, apresenta desafios organolépticos. No entanto, suas notas off podem ser mascaradas ou alteradas para serem menos desagradáveis na maioria dos casos. Por outro lado, os ingredientes vegetais podem ajudar com o sabor; extratos em pó como o figo podem ser usados como intensificadores de doçura.

Uma possível mudança que nem sempre é a principal preocupação dos formuladores é a textura e o mouthfeel, que às vezes podem ser afetados negativamente pelos vegetais. Em alguns casos, o tipo de aplicativo do produto ditará a melhor forma que os desenvolvedores devem utilizá-lo.

As bebidas são um ótimo exemplo de como a incorporação de certa forma de um ingrediente pode ter um grande impacto. Os extratos são quase sempre recomendados devido à sua solubilidade em água. Proteínas vegetais frequentemente afetam a textura, especialmente extratos altamente concentrados feitos de leguminosas, como feijão, lentilha e ervilha. Os formuladores devem ter tempo para encontrar o nível de uso correto ou até mesmo uma mistura multiproteica. No entanto, este é outro exemplo de como um bom desenvolvimento de produto pode ajudar ao invés de prejudicar. Algumas proteínas vegetais adicionam viscosidade e mouthfeel, podendo ser benéficas em misturas para bebidas para dar aos consumidores a nutrição que desejam em um formato agradável.

Embora os ingredientes botânicos sejam normalmente adicionados a produtos acabados por seus benefícios funcionais e nutricionais, também estão sendo adicionados por seus benefícios de desenvolvimento de produto. Os formuladores podem usar essas propriedades antes consideradas como desafios, ou propriedades nem mesmo pensadas antes, para agregar valor organoléptico.

Para formular alimentos ou bebidas utilizando ingredientes botânicos, três fatores são fundamentais: conhecer as tendências atuais do consumidor; usar o tipo apropriado de aplicação do produto; e o mais importante, entender o ingrediente botânico.

Márcia Fani

Editora




Envie um artigo



Telefone:

11 3628-6931       11 99834-5079

Newsletter:

Fique conectado:

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Srg. Lourival Alves de Souza
130 - Conj. 113 - 1˚ Andar
04675-020 - Jardim Taquaral
São Paulo, SP - Brasil

001