Esconder

//

Guia 2021

Cadastre-se
anuncie
MENU

Cotação de Ingredientes

Guia de Fornecedores

CADASTRE SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI


Consumo de alimentos para fins especiais cresceu 1,65% no primeiro trimestre de 2022

No primeiro trimestre de 2022, o mercado de alimentos para fins especiais teve um crescimento de 1,65% no resultado do consumo aparente, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Esses números foram alavancados por uma alta nas vendas de 18,8% no segmento de concentrados de proteínas e pela variação positiva de 11,6% nas bebidas dietéticas. O setor de vitaminas subiu 6%.

Mesmo enfrentando dificuldades com os altos custos dos preços das matérias-primas em virtude das consequências globais da guerra entre Rússia e Ucrânia, o crescimento dos mercados citados acima foi expressivo. Os resultados positivos surgem como reflexo do retorno ao trabalho presencial e do aumento da alimentação fora de casa.

Somente em 2022, houve acréscimo de 8,5% nas importações de alimentos para fins especiais e congêneres, quando comparado ao mesmo período do último ano. Os valores passaram de US$ 184,7 milhões para US$ 200,5, milhões. Gislene Cardozo, Diretora Executiva da ABIAD - Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres -, afirma que o crescimento está relacionado a um novo comportamento dos consumidores. “Esses resultados mostram que há uma preocupação maior das pessoas com uma alimentação equilibrada, saúde e bem-estar. Muitas estão buscando o consumo de produtos que atendam a essa necessidade”, pontuou. No caso das importações de bebidas dietéticas e de baixas calorias, por exemplo, o aumento foi de 27% em relação ao primeiro trimestre de 2021.

Outro ponto importante a ser destacado no período é a evolução na geração de empregos. No primeiro trimestre de 2022, o número de admissões com carteira assinada aumentou em 615 mil. Vinicius Pedote, presidente da ABIAD, ressalta que mesmo com as dificuldades geradas pelos conflitos externos, o setor apresentou indicativos importantes. “Somente nos três primeiros meses do ano, houve um acréscimo de 1.611 contratações na indústria de alimentos para fins especiais. Isso mostra que as taxas de crescimento foram expressivas, o que contribui diretamente para o desenvolvimento do nosso país”, conclui.

Fonte: LVBA Comunicação




Envie uma notícia



Telefones:

Comercial:

11 99834-5079

Newsletter:

© EDITORA INSUMOS LTDA.

001