Guia 2021

Cadastre-se
anuncie
MENU
Participe agora mesmo
Votações
COTAÇÃO DE INGREDIENTES
GUIA DE FORNECEDORES
CADASTRE SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI


Voltar

Inovação em saúde digestiva

A intolerância alimentar é uma área da saúde digestiva que se tornou mais prevalente nos últimos anos, sendo comumente confundida pelos consumidores com uma alergia alimentar, que é uma reação imune às proteínas encontradas em um alimento específico. Também conhecida como sensibilidade alimentar, a intolerância refere-se a uma resposta não imunológica anormal à ingestão de alimentos ou seus componentes.

Algumas intolerâncias alimentares comuns incluem lactose, trigo, cafeína e glúten. Entre as incomuns está a intolerância à histamina, uma condição gastrointestinal que afeta até 3% da população global. Apesar da sua prevalência, até agora, a intolerância à histamina não tem sido foco de inovação no campo dos suplementos dietéticos.

A histamina é uma molécula natural produzida pelo corpo humano e que também está presente em muitos alimentos e bebidas. Geralmente, é decomposta pela enzima digestiva diamina oxidase (DAO) no trato gastrointestinal. No entanto, alguns indivíduos não produzem DAO suficiente ou exibe baixa atividade, resultando em sua deficiência, o que leva ao metabolismo prejudicado da histamina, que não é degradado adequadamente no organismo, ocorrendo um desequilíbrio entre a ingestão de histamina e a capacidade do organismo de digeri-la e criando um excesso da substância química no organismo. Isso desencadeia sintomas indesejáveis de alergia em indivíduos intolerantes à histamina, incluindo problemas gastrointestinais.

Suplementos à base de enzimas estão surgindo como um caminho promissor para intolerâncias alimentares relacionadas à deficiências enzimáticas, incluindo lactose, frutose, sacarose e, agora, intolerância à histamina. Ao ajudar a substituir níveis ineficazes ou baixos de enzimas no organismo, limitam o impacto do problema digestivo relacionado, chegando à raiz do problema ao invés de abordar os sintomas.

As habilidades naturais da enzima digestiva diamina oxidase se prestam ao desenvolvimento de produtos direcionados à intolerância à histamina. Semelhante ao manejo atual da intolerância à lactose, a possibilidade de suplementação oral com DAO exógeno foi proposta para facilitar a degradação da histamina na dieta, pois ajuda a aumentar os seus níveis no intestino, tornando-se uma opção para os consumidores com a doença.

Ingerida antes das refeições, a suplementação de DAO ajuda a aumentar os níveis da enzima no intestino; quebrar a histamina de alimentos e bebidas; diminuir os níveis de histamina; apoiar a digestão de histamina; e limitar a necessidade de restrições alimentares.

Embora haja alguma variabilidade, a pesquisa disponível que explora a eficácia dos suplementos exógenos de DAO demonstra amplamente que ajuda a aliviar o desenvolvimento e a intensidade dos sintomas.

Em última análise, a solução permite que os consumidores desfrutem dos seus alimentos preferidos, ao mesmo tempo em que reduz alergias indesejadas.








Notícias relacionados



Envie uma notícia



Telefone:

11 99834-5079

Newsletter:

Fique conectado:

© EDITORA INSUMOS LTDA.

001